28 de janeiro de 2010

Indústrias Criativas

Conceito
As Indústrias Criativas são definidas como aquelas que têm a sua origem na criatividade, competências e talento individual, com potencial para a criação de trabalho e riqueza através da geração e exploração da propriedade intelectual.

Categorizações

Compõe o segmento das industrias criativas os empreendimentos relacionados com: Arquitetura; Arte digital; Artesanato; Design; Cinema e Vídeo; Moda; Música; Publicidade; Software, Rádio e Televisão.

Antecedentes

Esta categorização é recente sendo que o primeiro organismo a tratar formalmente do tema foi o Departamento de cultura, mídia e esportes do Reino Unido, em 1997, com a criação de uma unidade e força-tarefa especifica.

Atualmente a UNESCO abriga em sua estrutura o departamento das Industria Criativas com expressivas ações em todo o mundo.

No momento que as agencias de fomento destacam a importância da inovação como estratégia para o incremento da capacidade competitiva das empresa, é o momento de se pensar em uma nova estrutura que contemple estes setores, em virtude sobretudo da transversalidade inerente às mesmas.

2 comentários:

  1. Parabéns pelo artigo!
    Objetivo e oportuno.
    Abraços,

    ResponderExcluir
  2. Prof. Paulo Silva- Design-UFPE17 de fevereiro de 2010 06:47

    Muito bom Barroso!! Faz tempo não nos vemos. Grande abraço pernambucano. Vou informar a Murilo Medeiros seu blog.

    ResponderExcluir

Obrigado por deixar seus comentários.