14 de dezembro de 2011

Antes que o mundo acabe.

Como acontece todo o ano, quando chega o mês de dezembro, sou acometido de um sentimento de urgência, de tentar resolver todas as pendências antes que o ano acabe, como se o fim dele fosse o fim do mundo, ou o começo de um novo.

Neste balanço do feito e do esquecido, sinto-me sempre em falta com os meus amigos, por não ter dedicado a eles o tempo que gostaria. Não importa se os vejo uma vez por semana ou uma vez por ano. Sinto sempre que foi menos do que poderia ter sido.

Até a criação das redes sociais nunca precisei dizer quem são meus amigos. Os que são, sabem que são. São aqueles cuja falta que sinto deles é a mesma que sentem de mim.

Meu propósito, e que desejo compartilhar com vocês, é não deixar que o próximo ano nos engula em sua rotina e nos afaste das coisas boas pelas quais vale a pena viver, dentre elas compartilhar dos bons momentos com as pessoas queridas.

Feliz Natal e um 2012 cheio de saúde, amor, graça e magia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por deixar seus comentários.